24 de maio de 2024

Brazil 24 Horas

O Brasil 24 Horas preza pela qualidade das informações e atesta a verificação de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, porém, que não faz nenhum tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidental ), custos e lucros cessantes.

A História do Pentágono: Uma Construção Impressionante

O formato de cinco lados do Pentágono foi inspirado nos antigos fortes e trazia algumas vantagens.
Espalhe o amor

Estamos na metade do ano de 1941, e a Segunda Guerra Mundial está em pleno acontecimento. Os Estados Unidos estão crescendo em preocupação sobre entrar na guerra, e o Departamento de Guerra, que se tornaria o Departamento de Defesa, precisa encontrar uma nova sede. A equipe do departamento estava espalhada em vários prédios temporários em Washington, dificultando a comunicação e reduzindo a eficiência das operações. Assim, surge a ideia de construir uma nova sede, e o famoso Pentágono nasce a partir desse desafio.

O General Summerhal recebe a tarefa de construir uma nova sede para o Departamento de Guerra em preparação para a guerra. Ele decide que uma única sede abrigando todo o departamento é a melhor solução. Então, em 17 de julho de 1941, ele solicita aos projetistas o plano de um prédio que acomodasse 40 mil pessoas e 10 mil carros, com três ou quatro andares para poupar recursos e agilizar a construção. Além disso, a localização do novo prédio precisava ser cuidadosamente escolhida.

O terreno escolhido para a construção foi a leste do Cemitério Nacional de Arlington, próximo ao Rio Potomac. O espaço disponível era limitado, e a ideia inicial era construir um prédio retangular. No entanto, as autoridades locais se opuseram a essa ideia, pois bloquearia a vista de Washington DC do cemitério. Após algumas discussões, o projeto foi adaptado para ter cinco lados, aproveitando melhor o espaço disponível e mantendo uma forma simétrica.

As obras do Pentágono começaram em setembro de 1941 e foram concluídas em janeiro de 1943, em apenas um ano e quatro meses. Essa velocidade excepcional foi impulsionada pela entrada dos Estados Unidos na guerra, o que exigiu um esforço acelerado de construção. Cerca de 15 mil pessoas trabalharam na obra, incluindo 110 arquitetos e 97 engenheiros. O orçamento inicial de 35 milhões de dólares acabou crescendo para 85 milhões, mas ainda assim foi considerado relativamente baixo, especialmente levando em conta que o Pentágono substituiu 17 prédios temporários e pagou-se em oito anos com os aluguéis economizados.

O formato de cinco lados do Pentágono foi inspirado nos antigos fortes e trazia algumas vantagens. Por se aproximar mais de um círculo, as distâncias percorridas dentro do prédio eram mais curtas do que em um retângulo com a mesma área. Além disso, o uso de concreto reforçado, em vez de grandes quantidades de aço, economizou recursos importantes para a guerra. Com suas longas rampas e escadas, o prédio foi projetado para ter um total de 13 elevadores, uma opção que economizou recursos em um momento de urgência nacional.

Durante a construção, o Pentágono teve que lidar com questões de segregação racial, pois o estado da Virgínia insistia na separação nos banheiros. No entanto, a lei federal acabou sendo aplicada, e o prédio tornou-se um símbolo da luta contra o preconceito racial.

Desde sua conclusão, o Pentágono tem sido um importante centro de comando e tomada de decisões para as forças armadas dos Estados Unidos. Sua história é repleta de desafios superados em tempos de guerra e paz, tornando-o um símbolo marcante da determinação e engenhosidade americana.

O Pentágono é mais do que apenas um prédio gigante com uma forma única. Sua história remonta a um momento crucial da história mundial, e sua construção acelerada simboliza a força e o espírito de união que uniu os Estados Unidos em um momento de adversidade. Hoje, o Pentágono continua a ser uma figura emblemática e uma prova do poder da engenharia e da perseverança humana.

Imagem David Mark 


Espalhe o amor