25 de maio de 2024

Brazil 24 Horas

O Brasil 24 Horas preza pela qualidade das informações e atesta a verificação de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, porém, que não faz nenhum tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidental ), custos e lucros cessantes.

Ex-presidente Jair Bolsonaro é considerado inelegível por 8 anos pelo TSE (30/06/23)

O julgamento recente que resultou na inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro por 8 anos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem despertado grande atenção.
Espalhe o amor

O julgamento recente que resultou na inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro por 8 anos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem despertado grande atenção. Com a formação de maioria, o TSE declarou a inelegibilidade de Bolsonaro por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. A ministra Cármen Lúcia votou a favor da decisão, juntando-se ao relator do caso, Ministro Benedito Gonçalves. A ação foi apresentada pelo PDT, alegando que Bolsonaro atacou as urnas eletrônicas, as instituições e o processo eleitoral durante uma reunião com embaixadores em julho do ano passado, sem apresentar provas.

Desenvolvimento:

Durante o julgamento, a ministra Cármen Lúcia apresentou seu voto favorável à inelegibilidade de Bolsonaro até 2030, embora seu voto tenha sido extenso. Ainda restam dois ministros para votar: Murilo e Dalisson. A ordem de votação continua com Nunes Marques, indicado por Bolsonaro para o STF, e finalmente, o Ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE. Até o momento, o placar está em 4 a 1 a favor da inelegibilidade de Bolsonaro. A possibilidade de Nunes Marques pedir vista do processo por mais dois meses gera uma agonia, mas é improvável que isso ocorra, uma vez que a maioria já foi formada.

Conclusão:

Caso Nunes Marques não solicite mais tempo para análise, o julgamento será encerrado hoje. Bolsonaro já conta com a maioria dos votos e provavelmente recorrerá ao STF sobre a decisão do TSE. Até o momento, não houve nenhum pronunciamento por parte de Bolsonaro ou de sua defesa. O advogado do ex-presidente, Dr. Tarcísio, está acompanhando o julgamento no TSE, mas não deu nenhuma declaração. Bolsonaro está em Minas Gerais, onde participará do velório do ex-ministro da Agricultura Alisson Paulinelli e terá um almoço com a bancada do PL do estado. Embora tenha afirmado que não assistiria ao julgamento ao vivo pela televisão, é provável que Bolsonaro se pronuncie nas próximas horas.

Fonte: SBT News Foto: folha.uol.com


Espalhe o amor