25 de maio de 2024

Brazil 24 Horas

O Brasil 24 Horas preza pela qualidade das informações e atesta a verificação de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, porém, que não faz nenhum tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidental ), custos e lucros cessantes.

Benefícios da Ejaculação Frequente para a Saúde Masculina.

A teoria por trás desses achados é que a ejaculação regular pode contribuir para a eliminação de toxinas e radicais livres presentes no sêmen, enquanto também pode estimular a renovação celular e hormonal. No entanto, é fundamental reconhecer que esses estudos baseiam-se em análises retrospectivas, o que os torna suscetíveis a vieses de memória e seleção.
Espalhe o amor

Atualmente, evidências científicas continuam sugerindo uma possível relação entre a frequência das ejaculações e a saúde da próstata. Estudos recentes têm explorado essa conexão, observando que homens que ejaculam com mais frequência podem apresentar menor risco de desenvolver câncer de próstata. Embora os dados variem, algumas pesquisas indicam que aqueles que ejaculam cerca de 21 vezes por mês têm uma incidência menor da doença em comparação com aqueles que ejaculam menos, por exemplo, apenas 7 vezes mensalmente. Além disso, há estudos que envolveram inúmeros participantes, como aproximadamente 31.000 homens, os quais também apontaram para uma menor incidência de câncer de próstata entre aqueles que ejaculavam mais de 20 vezes por mês.

A teoria por trás desses achados é que a ejaculação regular pode contribuir para a eliminação de toxinas e radicais livres presentes no sêmen, enquanto também pode estimular a renovação celular e hormonal. No entanto, é fundamental reconhecer que esses estudos baseiam-se em análises retrospectivas, o que os torna suscetíveis a vieses de memória e seleção.

Embora não haja uma recomendação específica sobre a quantidade exata de ejaculações para prevenir o câncer de próstata, manter uma vida sexual saudável e ativa pode ser benéfico para reduzir os fatores de risco associados à doença. É importante destacar que a falta de atividade sexual pode contribuir para problemas como atrofia peniana e disfunções eréteis.

Em conclusão, embora os estudos sugiram uma possível associação entre a frequência das ejaculações e a saúde da próstata, é essencial interpretar esses resultados com cautela. Recomenda-se que os indivíduos busquem orientação de um urologista para obter informações personalizadas sobre sua saúde sexual. Compartilhar essas informações com aqueles que possam se beneficiar delas é igualmente importante. Considere se inscrever em nosso canal para acessar mais conteúdos sobre saúde masculina e ajudar a disseminar informações relevantes.

Fonte: Dr.ᵃ Samira Posses-Urologista

Foto: Freepik


Espalhe o amor