25 de maio de 2024

Brazil 24 Horas

O Brasil 24 Horas preza pela qualidade das informações e atesta a verificação de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, porém, que não faz nenhum tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidental ), custos e lucros cessantes.

A Ponte Salvador-Itaparica, uma Proeza da Engenharia

O mega projeto de engenharia promete Ligar Salvador a capital Baiana com a Ilha de Itaparica melhorando A mobilidade em toda a região
Espalhe o amor

Hoje, discutiremos o impressionante projeto da Ponte Salvador-Itaparica, uma obra de engenharia que promete ligar Salvador, a capital da Bahia, à Ilha de Itaparica, transformando a mobilidade na região. Com 12,36 km de extensão, esta ponte se tornará a segunda maior do Brasil e a 12ª maior do mundo.

Localizado na região Nordeste do Brasil, mais precisamente em Salvador, esse projeto revolucionário interligará duas áreas que atualmente dependem de balsas ou rodovias, como a BR-324, para a travessia. A redução da distância entre Salvador e Itaparica de 454 km para 311 km beneficiará diretamente cerca de 44 municípios e aproximadamente 15 milhões de pessoas nas regiões do Recôncavo Sul, Baixo Sul e região metropolitana de Salvador.

Além de melhorar a mobilidade regional, a ponte encurtará as conexões com importantes rodovias, como a BR-101, BR-116 e BR-242, facilitando o deslocamento para outras regiões da Bahia e estados vizinhos. Prevê-se que a nova travessia acomode aproximadamente 140 mil veículos por dia, tornando-se um marco na infraestrutura viária.

O projeto de engenharia da Ponte Salvador-Itaparica é uma colaboração entre empresas de renome, incluindo São Paulo, Copenhague, e Recife. Ela ficará atrás apenas da Ponte Rio-Niterói, com seus 13,29 km, em extensão no Brasil, e será a 12ª mais longa do mundo.

A concessão da travessia será realizada por dois grandes grupos chineses: China Highway and Broad Group Corporation (CRC21) e China Communications Construction Company (CCCC). O investimento estimado é de aproximadamente R$ 7,6 bilhões, com um período de concessão de 30 anos em uma parceria público-privada com o governo estadual.

O projeto engloba não apenas a ponte, mas também melhorias nas vias de Salvador e da Ilha de Itaparica, incluindo a requalificação do sistema viário entre os bairros Calçada e Água dos Meninos, além de 30 km de acessos viários na Ilha de Itaparica.

O projeto detalha uma característica notável de engenharia: a curva no trecho estaiado da ponte, que faz referência à religiosidade e fé do povo baiano. Os cabos de aço frontais da ponte serão revestidos de verde, enfatizando a preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade.

Outro destaque é o design dos estais frontais, que serão entrelaçados para criar um efeito semelhante ao túnel de bambu, um ícone na caminho do aeroporto de Salvador. A ponte será dividida em três partes, incluindo trechos de aproximação nas margens e um trecho estaiado com 0,86 km de extensão.

A altura da ponte acima do nível do mar foi otimizada para 85 metros, permitindo a navegação de navios transatlânticos, cargueiros e ferry boats, tornando-a essencial para o Porto de Salvador e a base da Petrobras na Baía de Todos-os-Santos.

O projeto da Ponte Salvador-Itaparica é uma conquista impressionante da engenharia, que transformará a conectividade e a mobilidade na região. Com previsão de quatro anos de construção, esta obra contará com aduelas moldadas in loco, treliças MSS, mastros de 203 metros de altura, e pilares com até 70 metros de altura.

Além disso, a ponte oferecerá flexibilidade de expandir pistas e uma movimentação única dos New Jersey Central, garantindo uma resposta eficaz ao tráfego em horários de pico. Fundações de estaca escavada e pilares com formas metálicas autotrepantes contribuirão para a eficiência do projeto.

Em resumo, a Ponte Salvador-Itaparica é um marco da engenharia brasileira, que transformará a mobilidade regional e proporcionará benefícios significativos. Este projeto ambicioso incorpora inovações técnicas e sustentáveis, e estamos ansiosos para ver sua conclusão que está prevista para começar em 2023, com a dragagem da nova área de acesso ao Porto de Salvador e os impactos positivos que trará para a na Baía de Todos-os-Santos.

Imagem @vwalakte


Espalhe o amor